Pernambuco

CULTURA

Oficina leva fundamentos da acessibilidade para criação artística em Pernambuco

Inscrições estão abertas para os encontros virtuais, que contarão com audiodescrição e Libras

Brasil de Fato | Recife (PE) |
Oficina será ministrada por artistas que vão abordar como projetos culturais podem ser acessíveis para pessoas com deficiência - Divulgação

Realizada através da Lei Aldir Blanc, a oficina Fora da Caixa abordará os fundamentos da acessibilidade numa perspectiva criativa e artística que valorize o projeto cultural na dimensão artística e inclusiva. Nas aulas propostas, produtores, gestores culturais, artistas e interessados no tema serão inspirados, a partir do compartilhamento de experiências e demonstrações de propostas acessíveis, a pensar em ações artísticas inclusivas que valorizem a dimensão do fazer e do fruir as artes.

:: Receba notícias de Pernambuco no seu Whatsapp. Clique aqui ::

Os encontros serão virtuais, na plataforma Zoom, nos dias 17, 18, 19, das 18h30 às 21h30, e dia 20/02, das 9h às 12h, totalizando 12 horas. Serão disponibilizadas 30 vagas e os encontros contarão com os recursos de audiodescrição e Libras.

A idealizadora do projeto e ministrante Andreza Nóbrega, que é Mestra em Educação com enfoque na educação Inclusiva, convida Milton Carvalho, revisor de textos em braile e consultor em audiodescrição e Yanna Porcino, artista surda e intérprete de Libras, para juntos, apresentarem os fundamentos da acessibilidade comunicacional que poderão ser utilizados nas diversas linguagens artísticas para a concepção de projetos culturais acessíveis. A ideia é pensar fora da caixa e demonstrar a possibilidade de formatos de acessibilidade considerando a dimensão poética e criativa da arte.

A oficina será realizada através do conceito de economia solidária, ou seja, você paga se puder e o quanto puder ou contribui com algum serviço que você ofereça, como pinturas, desenhos, sessão de fotos, entre outros. As vagas serão preenchidas por ordem de inscrição, a partir de um formulário.  Quem desejae mais informações pode entrar em contato pelo email [email protected]

 

 

Edição: Vanessa Gonzaga